segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Quem diria que um pastor seria um superfã da banda inglesa Iron Maiden?

 

Editoria de arte G1/G1

No último dia de Rock in Rio, neste domingo (22), o Pastor Marcos Motolo esteve na Cidade do Rock. Ele é o recordista brasileiro, segundo o Ranking Brasil, com mais tatuagens sobre a banda feitas no corpo. Ao todo, são 172 desenhos na pele.

"Ouvi Iron Maiden pela primeira vez aos 7 anos, com a música 'Remember tomorrow'. O primeiro disco que vi foi o 'Made in Japan', de 1980. A minha primeira tatuagem eu fiz em 1999. Sou fanático pelos desenhos do Eddie, o mascote da banda", disse o pastor.

Ele é tão fã do Iron Maiden que batizou o filho de Steve Harris, nome do baixista do grupo. "Me transformei em pastor em 2005, quando tive uma visão de uma bola de fogo com o sol de meio-dia. Eu era ateu e, a partir daí, passei a pregar a palavra de Deus", disse Motolo.

Personagem do documentário "Flight 666", filme oficial da banda britânica de heavy metal, feito em 2009, o pastor metaleiro não renega seu passado. Em vez disso, tem usado sua história pessoal para "semear no deserto", ou ainda, "levar a palavra de Deus às pessoas que não estão preocupadas com isso".

Quanto a suas tatuagens conta que chegou a ser abordado por um integrante da Yakuza no Brasil (máfia japonesa) para que ele vendesse a pele. "Eles me acharam em uma convenção de tatuagem em São Paulo e ofereceram US$ 36 milhões. Para isso eu teria de fazer um procedimento cirúrgico muito delicado e acabei desistindo. Também fiquei com medo de ser sequestrado por causa disso. Tem outro detalhe que me fez desistir, parece que há uma legislação que proíbe o comércio de tecido humano", lembrou Motolo.

Autoproclamado fã número 1 do Iron Maiden o pastor morador de São Paulo não vê problemas na mistura do sagrado e do profano. "O interessante é você saber diferenciar cultura de religião. Se a pessoa é evangélica e toca numa banda de rock, ela não precisa parar de tocar. Mesmo que [a banda] fale de Satã. Aquilo é a profissão dela, lá ela é empregada", defendeu o pastor e missionário.  

"Se a pessoa souber curtir o heavy metal ou qualquer coisa, pode ser até funk ou futebol, sem se envolver em coisas que destruam sua saúde, é bom. Os caras do Iron Maiden, por exemplo, são inteligentes. Eles tocam heavy metal, mas quando o show acaba, eles vão tomar um Gatorade ou um suco. É por isso que estão vivos até hoje. Já o Nirvana fez dois anos de sucesso e o vocalista se matou. Por quê? Porque ele não soube diferenciar a vida particular dele da vida em cima do palco", teoriza. 

Para alguns pode até parecer estranho, mas a aproximação entre o rock pesado e os movimentos cristãos não é novidade. Não fosse pelas letras de louvor a Jesus, a banda australiana de white metal Mortification poderia ser facilmente confundida com o Sepultura. O performático Alice Cooper, um dos pioneiros em levar o horror aos palcos, investiu recentemente parte de seu dinheiro na construção de um centro cristão de reabilitação de jovens na cidade de Phoenix, no Arizona.

"A maldição só existe quando você acredita nela", defende Motolo, que entre as marcas no corpo tem inscrições de 666 - "o número da Besta". Diversas versões do monstro Eddie, o mascote do Iron Maiden, e algumas imagens de guerra e mutilação que fariam arrepiar os cabelos de fiéis mais ortodoxos. "Eu não acredito que nada que eu tenha venha me prejudicar de alguma forma. A Bíblia fala que nenhuma condenação existe quando a pessoa encontra Cristo. Por isso que você vê muito ex-matador, ex-traficante ou ex-roqueiro que vira pastor. Semana retrasada um grande líder dos Carecas do Subúrbio [tradicional gangue paulista de neonazistas] voltou para a igreja", afirma. 

Filho de pais religiosos, o pastor diz que nunca havia lido os evangelhos até a sua conversão, em 2005. Como boa parte dos adolescentes brasileiros apaixonados por música nos anos 80, sua bíblia sagrada de então era a revista "Bizz". Foi lá que leu pela primeira vez nomes como Beatles, Raul Seixas, Blitz, RPM e, claro, Iron Maiden. "Eu era criança, mas acabava enrolando meus pais. A 'Bizz' sempre tinha umas coisas mais leves na capa, mas atrás tinha uma página de venda de camisetas com vários desenhos do Iron Maiden, que me chamavam muita atenção. Para mim, o mais bonito era de um single chamado 'Aces high'. Na frente, tinha o Eddie pilotando um avião todo baleado, dilacerado, e atrás estavam outros Eddies, riscados, que já tinham morrido naquele combate", lembra. 

Depois de ler uma entrevista publicada em 1982, Motolo ficou fissurado pela banda. Passou a gastar toda a mesada comprando os discos em vinil do grupo, que ouvia em uma vitrola portátil. "Eu 'tocava' as músicas do Iron Maiden. Pegava o cabo da vassoura e começava a agitar. Hoje o pessoal faz air guitar, eu tocava guitarra com vassoura!", diverte-se. 

Pouco depois, fundou um fã-clube chamado Piece of Maiden, que reunia outros fanáticos pela "donzela de ferro" – um dos apelidos pelo qual o Iron Maiden é conhecido. "Ele era completamente alucinado pela banda, uma coisa meio patológica até", recorda Fernando de Sousa Pinto, ex-editor da revista "Rock Brigade", uma das primeiras a publicar uma reportagem sobre Motolo. "Também fui fã desde a adolescência, mas nunca imaginei fazer nem 10% do que ele fazia pela banda." 

A idolatria incluía até leituras "satânicas", sempre à procura das referências citadas nas músicas do Maiden, do bruxo Aleister Crowley às obras do escritor de horror HP Lovecraft. "Eu entrava em cemitério de noite, via filme de terror, subia na caixa d'água da escola para ver o Sol nascer. Tudo o que era proibido agradava. Mas eram peraltices que não eram agressivas. Eu preferia entrar no cemitério ou subir em caixa d'água do que colocar uma arma na cintura e sair por aí matando. A gente não agredia ninguém. Se viesse a ter algum mal, seria contra nós mesmos", justifica. 

Prova de fé

Ceticismo não é uma novidade na vida do pastor metaleiro. Mesmo entre a comunidade evangélica, ele diz que muitas vezes enfrenta resistência. "Até hoje, de alguma forma, as pessoas me olham com um olho aberto e outro fechado. O pastor Marcos Motolo aceitou Jesus de verdade? Por que ele participa do filme do Iron Maiden? Por que ele dá entrevista sem camisa e mostra as tatuagens? Algumas pessoas talvez não teriam coragem de deixar um novo convertido pregar em grandes conferências. Ficam com medo de acontecer alguma coisa, de eu voltar atrás e de o ministério deles ser envergonhado", reconhece. 

Foto: Reprodução/G1

Fiés descrevem Motolo como uma pessoa "sincera" e "tranquila", crê intensamente na conversão do pastor. Os discos de heavy metal não fazem mais parte da rotina do ex-maidenmaníaco. Sendo que a imagem do Iron Maiden ficou na vida dele por conta de tudo o que ele vivenciou e das tatuagens, são marcas que ficaram e que mostram a modificação do que ele era e do que é agora. "Foi um verdadeiro milagre da parte do Senhor." 

 

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Colunista critica postura de ativistas gays contra evangélicos; Quem são os intolerantes?!

A mais recente polêmica entre os ativistas gays e o pastor Marco Feliciano (PSC-SP) segue provocando novas manifestações a respeito do assunto.

O colunista da revista Veja, Rodrigo Constantino, criticou apostura adotada pelos ativistas gays de elegerem Feliciano como "um espantalho" contrário ao movimento homossexual, que tem sido intolerante em sua visão.

"Esse episódio [do beijo durante o culto] mostra, uma vez mais, quem são os mais intolerantes nessa história toda. Dica: não parecem ser os evangélicos", escreveu Constantino, que acrescenta: "Não era um simples beijo inocente como as garotas dão a entender. Foram lá para isso, para chocar, para prejudicar o culto religioso, para avacalhar com a liberdade dos crentes. Grande tolerância!", critica.

Constantino trata o episódio como uma provocação por parte dos ativistas gays: "Qual seria a reação dos membros do movimento gay se o Feliciano e seus crentes fossem nas passeatas gays com Bíblias nas mãos, gritando que aqueles pecadores vão arder no inferno, e tentando convertê-los na marra durante a festa? Pois é", pondera.

"Alguém realmente acha que a reação seria pacífica e tolerante? Piada de mau gosto. Muitos do movimento gay já cansaram de demonstrar que se julgam acima das leis, que podem subir em mesa no Plenário para impor no grito suas ideias, que podem ridicularizar e até tocar no pastor durante um voo comercial", relembra o colunista.

Rodrigo Constatino ressalta que direciona suas críticas aos ativistas: "Para começo de conversa, é importante ressaltar que pegar Marco Feliciano como ícone de um movimento dito 'conservador' é conveniente para o movimento gay. É caricato demais. Um espantalho fácil de derrotar. Muitos repudiam o movimento gay (não confundir com os gays em si) e, ao mesmo tempo, repudiam o pastor também".

O Beijo

A assessoria do pastor Marco Feliciano publicou ontem, 17 de setembro, um vídeo sobre o caso, com seis minutos de duração.

O vídeo aborda o caso de uma maneira diferente da apresentada pela mídia em geral, e mostra o contexto do evento, ressaltando que o palco e o local dedicado à plateia estavam num espaço fechado, destinado ao culto do Glorifica Litoral.

No Twitter, o pastor Marco Feliciano voltou a comentar o porquê pediu a prisão das duas jovens ativistas: "Vejam o que a imprensa não viu, mas militou. Uma das garotas tirou a blusa… Num culto cristão! O mestre de cerimônia alertou, citou a lei e pediu encarecidamente que não violassem o local de culto, mas ignoraram", publicou o pastor.

Assista ao vídeo:

Fonte: Gospel+

The Leftovers: HBO produzirá série de TV sobre o arrebatamento, baseada em livro best-seller

The Leftovers: HBO produzirá série de TV sobre o arrebatamento, baseada em livro best-seller

O arrebatamento é, dos temas bíblicos, o que mais atrai escritores de ficção interessados em usar a narrativa de João no Apocalipse como pano de fundo de uma história nova.

O assunto permeia as páginas da extensa série de livros Deixados para Trás, escrita por Tim La Haye e Jerry B. Jenkins. Os livros viraram, posteriormente, uma trilogia de filmes, que agora serão refilmados tendo o ator Nicolas Cage como protagonista.

Agora, o arrebatamento volta à tona com uma série de TV produzida pelo canal por assinatura HBO, o mesmo canal das famosas Game of Thrones e True Blood.

Produzida e dirigida por Damon Lindelof – que trabalhou em Lost e escreveu o roteiro do filme Prometheus – a série The Leftlovers também é baseada no livro best-seller homônimo, escrito por Tom Perrotta, e terá 10 episódios.

O enredo conta as histórias de um chefe de polícia que, após o arrebatamento, tenta se manter correto num mundo à beira do caos, e de uma mulher com casamento marcado que precisa abandonar tudo e fugir para não se tornar alvo de um culto misterioso, segundo informações do site Judão.

No elenco, estão os atores Justin Theroux, Liv Tyler, Christopher Eccleston e Amy Brenneman. A estreia do novo seriado está marcado para 2014.

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Balada evangélica Gospel Night toca música eletrônica mas proíbe álcool, drogas e pegação


Balada evangélica Gospel Night toca música eletrônica mas proíbe álcool, drogas e pegação:
Uma balada sem pegação, danças sensuais ou bebida alcoolica, e que mesmo assim, é sucesso de público. Assim é descrito o evento Gospel Night, organizado há quinze anos pelo DJ Marcelo Araújo.

O jornal Extra publicou uma matéria sobre a "balada" evangélica, que usa música eletrônica, iluminação e som de casa noturna, mas é voltada para o evangelismo, e proíbe "saliências" entre os casais.

"Nem namorado pode ficar se beijando. A Operação Desgrude é um grupo que fica rodando pelo salão para não deixar ninguém se agarrar ou passar do limite dançando. Às vezes a gente usa até um extintor", revela Araújo.

Segundo ele, a cantora Perlla já tocou em um dos eventos, e recomendou que o público compareça à festa: "Foi uma satisfação muito grande. O mais especial é que os jovens se alegram, dançam a noite toda sem estar sob o efeito de álcool ou drogas. A presença de Deus já basta para ficarem felizes. É legal!".

Atualmente, a festa conta com até 4 mil pessoas por noitada, exatamente o oposto da primeira edição, quando pouquíssimas pessoas compareceram. Com o sucesso, a festa se expandiu e, além do Rio de Janeiro, já teve edições na Bahia, Minas Gerais e Paraná.

"Por que não fazer algo tranquilo e com decência? Eu sabia que podia usar o dom que Deus tinha me dado em favor daquilo que eu acreditava", comenta Araújo, que fala sobre a reação das pessoas ao participar pela primeira vez: "Pensam que é uma loucura, mas é diferente. Mesmo assim curtem".

Marcelo Araújo afirma que tem alcançado seu objetivo: "Tem tido uma média de 50 pessoas por noite que decidem aceitar Jesus", comemora o DJ e organizador.
Fonte: Gospel+

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Vivemos no mundo, mas não somos do mundo... Você vai ficar aí no buraco?

Um dia, nasceu um sapinho e, logo após o seu nascimento, ingênua e inadvertidamente, caiu num buraco: poft! Ali ficou.
Era razoavelmente amplo, tinha água, era escurinho, aquecido, livre dos perigos... havia o necessário para a sua sobrevivência, enfim, era um mundo maravilhoso aquele seu buraco.
O tempo foi passando, o sapinho transformou-se em sapo, em sapão… e um sapão gordo, inchado e numa zona de conforto, daquela que ele pediu a Deus.
Num certo dia, ele acorda em meio a um barulho estranho e novo, para o mundo em que vivia: caiu bem perto dele, um bicho estranho e meio peçonhento.
– Ué! Quem é você?! – pergunta ele, assustado.
– Sou um sapo, ora! – respondeu o estranho visitante.
– Mas, sapo sou eu! – questionou o habitante do buraco.
– Meu amigo, existem milhares de sapos no mundo lá fora. – retrucou o outro.
– Mundo lá fora?! Como assim? – indagou o dono do buraco.
–  É, meu amigo… o mundo lá fora é maravilhoso. E uma das coisas que faz com que ele seja mais maravilhoso ainda, são umas criaturinhas especiais, razão maior da nossa vida de sapo: as sapinhas. Além disso – continuou ele – é magnífico o entardecer, quando ficamos todos juntos, cantando nas lagoas e nos alimentando dos mosquitos que voam desgovernados.
– Lagoas?! Mosquitos?! – mais surpresas para o velho e acomodado sapo.
– E tem mais: quando anoitece, é lindo o céu cheio de estrelas! – ressaltou, romanticamente, o sapinho mais novo.
– Epa! Aí você não me pega. Eu também, todas as noites, consigo contar quatro a cinco estrelas, vistas daqui de casa. – gabou-se o acomodado.
–  Pois é, meu amigo. Aí é que está a nossa diferença: eu posso contar, aliás, nem posso, pois são milhões e milhões de estrelas…
E, assim, o sapinho mais novo foi dissertando sobre as belezas e vantagens do mundo lá fora. Mas, parou um pouquinho e, reflexivamente, prosseguiu:
–  Por outro lado, tem um bicho terrível, do qual precisamos ter muito cuidado e que não tem reconhecido o quanto somos úteis no processo de equilíbrio do meio-ambiente… quando a gente menos espera, ele chega, de repente e chuta a gente e gente rola, rola, que parece uma bola murcha… as vezes nos ateia fogo nas costas e a gente sai pulando, pulando queimando nosso corpo: é tal do bicho-homem. Mas não é só isso, algumas vezes eles nos pegam e dissecam nosso corpo apenas por diversão. E além do homem, tem outro bicho traiçoeiro, peçonhento, e que precisamos estar sempre em alerta: as cobras. –  e concluiu o sapinho mais novo –  Mas é bom. Bom, não!… é MA-RA-VI-LHO-SO viver e amar esse mundão todo!… Bem tá ficando tarde; eu vou dar um pulinho e continuar meu passeio. “
–  Pulinho?! – surpreendeu-se mais uma vez o sapo do buraco.
–  Sim, meu amigo. Sapo pula!! E a propósito, você não gostaria de ir comigo?
– Pensando bem, com esse negócio de ‘homem’… de ‘cobra’… desses perigos todos que você falou, acho melhor não. Prefiro ficar por aqui. Pelo menos, aqui eu sei que tá bom. Pode ir… eu tô muito bem aqui.
– Então fui, prazer em conhecer você. Se um dia você resolver sair daí me procure. – disse o sapinho partindo.
Assim, termina o encontro do sapo do buraco com o sapinho esperto.
Pensando no texto, qual desses sapinhos você quer ser? O acomodado, ou o do mundo?
Não se engane: o mundo pode nos trazer muitas benfeitorias, mas devemos ter cuidado para não sermos tomados pelo bicho homem, nem tampouco pela serpente. Devemos ter coragem para arriscar, assumir os riscos e saber reconhecer os perigos que encontraremos.
Nunca devemos nos acomodar em uma situação, em uma zona de conforto. Não devemos ficar acomodados no buraco, mas buscar sair de lá e viver o que temos a receber, maravilhar-se com as belezas do mundo criado por Deus. Muitas vezes vivemos no fundo do buraco e achamos que isso é o melhor de Deus para nós. Mas nos esquecemos de buscar o que Deus tem para nós. Devemos ter atitude de encarar e arriscar para sairmos do buraco para o mundo.
Dei-lhes a tua palavra, e o mundo os odiou, porque não são do mundo, assim como eu não sou do mundo. Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal. Não são do mundo, como eu do mundo não sou. Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade. Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo. E por eles me santifico a mim mesmo, para que também eles sejam santificados na verdade. E não rogo somente por estes, mas também por aqueles que pela tua palavra hão de crer em mim; (João 17:14-20)


Vivemos no mundo, mas não somos do mundo... Reflita qual sapo você é. Você vai ficar aí no buraco? 

By Your Side (Ao Seu Lado) - Tenth Avenue North




By Your Side (Ao Seu Lado)
Por que você se esforça esses dias?
Por que você está tentando ganhar graça?
Por que você está chorando?
Deixe-me levantar o seu rosto
Só não vire as costas

Por que você está procurando por amor?
Por que você continua buscando como se eu não fosse suficiente?
Pra onde você vai, criança?
Conte-me para onde você vai correr
Para onde você vai correr

E eu estarei ao seu lado, onde quer que você caia,
No meio da noite, sempre que você chamar
E por favor não lute
Essas mãos estão te segurando
Minhas mãos estão te segurando

Olhe para essas mão e para o meu lado
Elas engoliram a sepultura naquela noite
Quando eu bebi os pecados do mundo
Então eu pude te carregar,
E te dar vida, eu quero te dar vida.

Porque eu, eu te amo
Eu quero que você saiba
Que eu, eu te amo
Eu nunca vou deixar você ir

E eu estarei ao seu lado onde quer que caia
No meio da noite sempre que você chamar
E por favor não lute
Estas mãos estão segurando você
Minhas mãos estão segurando...

E eu estarei ao seu lado onde quer que você caia
No meio da noite sempre que você chamar
E por favor não lute
Essas mãos estão te segurando
Minhas mãos seguram você.


quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Em entrevista a um 'suposto' demônio um bispo da IURD pede que fiéis doem suas casas, carros e roupas para a construção do "Megatemplo de Salomão"


Bispo da Igreja Universal entrevista demônio sobre a construção do Templo de Salomão e pede que fiéis doem casas e carros; Assista

A construção do megatemplo de Salomão da Igreja Universal do Reino de Deus vem, ao longo do tempo, causando diversas polêmicas pela suntuosidade do prédio e pelas altas cifras gastas na obra.

Um vídeo publicado no YouTube em julho do ano passado está fazendo sucesso nas redes sociais por mostrar uma entrevista de um bispo da denominação com uma pessoa supostamente possuída por um demônio.

O espírito afirma que a paralisação das obras do megatemplo pelo Ministério Público foi resultado de uma ação demoníaca, e o pastor comenta: "Vocês estão investindo pesado pro Templo de Salomão não ser concluído".

O rapaz que estaria possesso é questionado pelo bispo sobre qual seriam as consequências para as pessoas que fizerem doações para a obra, incluindo suas casas, carros e roupas, e o espírito responde: "Eu vou ter que sair, desgraça", antes de complementar: "Vai mudar  a vida por completo. E a promessa que o Edir prometeu, aquele desgraçado, vai se cumprir".

Assista:

"Heresias da Seita"

O pastor Renato Vargens comentou em seu blog a entrevista com o demônio feita por um dos bispos da IURD, e criticou a denominação, que ele considerada uma "seita".

"Lamentavelmente a cada novo dia, mais aberrações surgem entre os seguidores de Edir Macedo", escreveu o pastor.

Segundo Vargens, o vídeo é repleto de heresias: "A Bíblia afirma que o diabo é o pai da mentira, isto posto, como acreditar naquilo que uma suposto demônio está a dizer?"

O pastor ainda lamenta que o diabo seja o foco principal do culto na Igreja Universal e questiona a doutrina pregada pela denominação a respeito da doação de ofertas: "Qual o texto bíblico que referenda a absurda afirmação de que todos aqueles que venderem seus bens, imóveis e roupas terão suas vidas mudadas por completo? Ora, por acaso não é Jesus quem muda a vida dos homens? Por acaso isso não se dá de forma graciosa? Que ensino louco é esse? Isso é blasfêmia e simonia".

Fonte: Gospel+

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Pai, Eu Não Confio Em Mim (Thalles Roberto)

(QUANTAS VEZES ESTAMOS NESTA SITUAÇÃO???)

Pai, o mundo me fez mais um convite.
A proposta é boa e a minha carne quer
Eu preciso tanto segurar sua mão
Segura em minha mão também

Pai, se eu estiver andando num caminho
E não enxergar as armadilhas
Vem com sua mão e me arranca de lá

Pai eu não confio em mim
Eu não confio em mim
Pai eu não confio em mim
Eu não confio

Pai, o bem que eu quero eu não faço
Mas o mal que eu não quero eu faço
Eu preciso tanto redobrar atenção
Já dizia o apostolo

Pai, se eu estiver andando num caminho
E não enxergar as armadilhas
Vem com sua mão e me arranca de lá

Pai eu não confio em mim
Eu não confio em mim
Pai eu não confio em mim
Eu não confio

Sabe o que eu sei?
Que sozinho eu não vou dar em nada, nada, nada,nada
Sabe o que mais eu sei?
Que o pecado me atrasa
E me tira do rumo do foco das coisas de Deus
E a vida não flui, não flui, não flui, não flui
E a vida não flui, não flui, não flui, não flui

Com você eu sou mais,
Mais que um dia mais,
Com você eu sou exclusivamente um propósito
Com você eu sou
Com você eu vou
Só com você eu sou quem realmente eu vim pra ser

Pai eu só confio em ti
Eu só confio em ti
Pai, pai, eu só confio em ti
Eu só confio em Deus, meu Deus, meu Deus, meus Deus

Só confio em ti

Clique e assista no YouTube

Série 'The Bible' (A Bíblia) é sucesso nos EUA, em breve na TV aberta do Brasil


Uma das maiores audiências da TV a cabo este ano, The Bible já está preparando uma seqüência, que recebeu o título provisório de A.D.: Beyond the Bible. Ainda sem um número de episódios definido, a nova minissérie conseguiu garantir sua exibição em rede aberta nos EUA. Com previsão de estréia pela rede NBC para 2015.

A história de A.D.: Beyond the Bibleserá situada logo após a morte de Jesus, com o início do cristianismo. O povo sofre com a injustiça social, com a opressão militar de Roma e com a perseguição a religiosos. Herodes luta para manter o poder e os revolucionários apelam para a violência. Nesse cenário, os discípulos de Jesus enfrentam as autoridades para espalhar a palavra de Deus.

Segundo Bob Greenblatt, diretor da NBC em nota divulgada à imprensa, a decisão do canal em exibir a nova minissérie foi tomada no dia seguinte em que The Bible fez sua estreia no History Channel, no dia 3 de março.

Além do sucesso na TV, The Bible também se tornou a primeira minissérie a ultrapassar a marca de um milhão de unidades vendidas no formato DVD/Blu-Ray. A distribuidora Fox Home Entertainment informa que a produção ultrapassou a marca de um milhão na venda em DVD, Blu-Ray e Digital HD.

Em abril deste ano, uma semana após o lançamento da minissérie no mercado, ela já registrava cerca de 525 mil unidades vendidas. Segundo a revista EW, esses números colocavam a minissérie em pé de igualdade com as vendas da primeira semana de séries como Game of Thrones, True Blood e The Office, bem como as minisséries Band of Brothers e The Pacific.

Produzida por Mark Burnett, do reality Survivor, e por sua esposa Roma Downey, atriz da série O Toque de um Anjo, a minissérie narrou em dez episódios diversas passagens bíblicas. Entre elas,Sansão e Dalila, Adão e Eva, o êxodo dos judeus bem como o nascimento, a morte e a ressurreição de Jesus Cristo. A produção utilizou a nova versão internacional da Bíblia que, segundo os produtores, é a mais aceita pela comunidade cristã. Um comitê formado por teólogos e estudiosos atuou como consultor dos roteiros.

Segundo Mary Daily, diretora chefe do departamento de marketing da Fox Home Entertainment, esta é a primeira vez que uma minissérie consegue ultrapassar a marca de um milhão. A expectativa é a de que em 2014 a distribuição da minissérie no mercado internacional também consiga registrar o mesmo resultado.

Os direitos da série no Brasil foi adquirida pela Rede Record, que definiu para o dia 16 de outubro a estréia da série bíblica norte-americana.

A série vai substituir a produção nacional "José do Egito" na grade de programação da emissora do bispo Edir Macedo, sendo transmitida às quartas-feiras, a partir das 21h45.

Nova onda de filmes religiosos em Hollywood pode ser a maior desde a década de 1950

Hollywood vive sua maior onda de filmes religiosos desde a década de 1950

"A Paixão de Cristo", de 2004, foi último grande sucesso dos cinemas a ter como tema central uma história bíblica. Porém, os filmes bíblicos estão voltando com uma grande força a Hollywood. Com um grande número de personagens bíblicos chegando às telas dos cinemas a partir dos próximos meses, a indústria cinematográfica inicia sua mais forte onda de filmes religiosos desde a década de 1950.

Personagens como Noé, Moisés, Caim, Golias e Maria serão levados aos cinemas em filmes com grandes orçamentos, diretores consagrados e astros no elenco. Segundo o iG, esses filmes devem pegar carona no sucesso dos blockbusters de ação e aventura, dando ênfase aos efeitos especiais.

"Noé", de Darren Aronofsky ("Cisne Negro"), será o primeiro a chegar aos cinemas brasileiros, em abril de 2014. O filme é estrelado por Russel Crowe, e tem um tem orçamento de US$ 125 milhões (R$ 295 milhões), dinheiro que foi usado em parte para a construção de uma arca de madeira de 45 metros.

A lista de futuras estreias inclui também "Exodus", de Ridley Scott, no qual Christian Bale viverá Moisés, personagem que será retratado também em "Gods and Kings", filme que deve ser dirigido por Ang Lee; "The Redemption of Caim", baseado na história de Caim e Abel e está sendo anunciado como a estreia de Will Smith como diretor; e "Mary, Mother of Christ", sobre a mãe de Jesus, com Ben Kingsley. Esse último será um 'prequel' de "A Paixão de Cristo".

A história de Golias também deve ser levada aos cinemas, por Scott Derrickson e Brad Pitt demonstrou interesse em estrelar a cinebiografia de Pôncio Pilatos.

Muitos atribuem essa nova safra de filmes religiosos ao recente sucesso da série "The Bible", exibida pelo canal History Channel em março. O programa alcançou a maior audiência da TV a cabo dos EUA neste ano, com 13 milhões de espectadores no primeiro episódio.

Fonte: Gospel+

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Aposentado se apaixona por cabra e casará com animal


Aposentado se apaixona por cabra e casará com animal na Igreja do Diabo

 

Um casamento curioso entre um aposentado e uma cabra vem chamando atenção e ganhando destaque na imprensa nacional e internacional. Aparecido Castaldo, 74 anos, se casará com sua cabra de estimação, Carmelita.

O fato por si só já é suficientemente inusitado, porém o "casal" terá a união celebrada na Igreja do Diabo, à meia noite do dia 13 de outubro. "Dia 14 é o 'dia das almas', por isso vamos fazer exatamente na hora da virada de domingo para segunda-feira", explica Toninho do Diabo, "bispo" que conduzirá a cerimônia.

O aposentado é viúvo e pai de oito filhos, e rebate as críticas com discurso ensaiado, segundo Toninho: "Quando alguém diz que é errado, ele afirma que a cabra não engravida, não fala e não pede dinheiro para fazer compras no shopping".

A opção de Aparecido foi destaque no site do jornal Meia Hora e no portal norte-americano Huffington Post. Embora a busca do aposentado seja por evitar despesas, a cabra Carmelita já deu um prejuízo: comeu o vestido que seu noivo encomendou para a cerimônia. "A culpa foi minha, eu passei uma essência de maçã no véu, isso chamou a atenção dela. Mas já compramos outro", explicou Toninho.

No entanto o bispo da Igreja do Diabo garante que Aparecido não praticará zoofilia: "Aparecido mora sozinho. Esta não é a primeira cabra que ele tem, porque gosta de animais. Ele só precisa de uma companhia. Não haverá relação sexual entre os dois".

Fonte: Gospel+

 

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Parábola da Moeda perdida - Você já fez a sua faxina?

  "Sou moeda em tuas mãos. Sou uma moedinha de ouro sob o calor de teu olhar. Tua atenção sobre mim é carinhosa e delicada. Olhas-me e se regozija por me ver entre tuas palmas. Não deixes que me perca entre moedas falsas"

Este texto, escrito por um autor desconhecido, traz-nos a idéia da parábola da moeda perdida, o que me fez refletir nesta manhã.

 "Ou, qual é a mulher que, possuindo dez dracmas e, perdendo uma delas, não acende uma candeia, varre a casa e procura atentamente, até encontrá-la? E quando a encontra, reúne suas amigas e vizinhas e diz: 'Alegrem-se comigo, pois encontrei minha moeda perdida'. Eu digo que, da mesma forma, há alegria na presença dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende". (Lucas 15:8-10).

Mas para que possamos entender melhor esta parábola precisamos ler outras duas: a da Ovelha perdida (Lucas 15:3-7) e a do filho pródigo (Lucas 15:11-32), uma vez que a parábola da moeda perdida está no meio destas duas e no contexto do mesmo capítulo. 
Na primeira, a da Ovelha perdida, Jesus mostra que Deus se preocupa com qualquer ovelha que se perde do seu rebanho, e que ele vai à procura até encontrá-la. Na última parábola, do filho pródigo, o pai fica ansioso e feliz até a volta do seu filho mais novo que pediu os bens a que tinha direito, gastou tudo e volta arrependido querendo apenas ser como um empregado do pai.
Na parábola da moeda que se perde, podemos notar que Jesus compara Deus à figura da mulher que se preocupa em encontrar a moeda perdida, não importando o seu valor. Mesmo tendo outras moedas ela se empenha em procurar justamente aquela que se perdeu. Para melhor entender o Dracma era a menor das moedas.
Notamos que esta mulher iluminou a casa, varreu e procurou a moeda pacientemente. Esta mulher fez uma verdadeira faxina em sua casa a procura do que se perdeu, sem deixar um só canto sem ser revistado. E quando encontra pede as amigas para que se alegrem com ela.
Jesus afirma que: "da mesma forma, há alegria na presença dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende".
Nestes textos percebemos a busca de Deus pelos que dele se afastam. Na da Ovelha perdida a alegria de Deus é por encontrar uma ovelha que se perdeu, na da moeda perdida a alegria é pela menor das moedas que é encontrada (pelo ser humano considerado como menor, ou seja, o pecador) e na do filho pródigo a alegria e a festa por um filho (alguém que é da sua família), que se arrepende e retorna.
A volta para Deus precisa ser muito bem comemorada. Quando alguém peca se afasta de Deus, é como se escondesse de Deus, por isso essa afirmação de Jesus. Deus não desiste dos que dele se afastam.
Assim com a mulher que fez uma faxina em sua casa para encontrar a moeda perdida, proponho a vocês para que façamos uma faxina em nós mesmos. Que acendamos o candeeiro para nos iluminarmos pela Palavra de Deus que é a Luz. Para que possamos limpar o que está sujo e encontrar o a "moeda" que perdemos. Que Deus nos ajude a nos tornarmos puros e deixar que quando for necessário também possamos ir à procura daqueles que estão afastados Dele.
Pense se estás perdido ou nas mãos de Deus.  Senhor deixa-nos ser moeda em tuas mãos. Ser a moedinha de ouro sob o calor de teu olhar. Que possas alegrar-te por me ver entre tuas palmas. Não deixes que me perca entre moedas falsas.

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Líderes evangélicos publicam tese de que guerra civil na Síria seria cumprimento da profecia de Isaías sobre o país

Líderes evangélicos publicam tese de que guerra civil na Síria seria cumprimento da profecia de Isaías sobre o país

A guerra civil na Síria é vista por alguns líderes evangélicos como cumprimento de uma profecia bíblica do livro de Isaías, que prevê que Damasco, atualmente capital do país e sede de um dos 14 distritos sírios, se tornaria um monte de ruínas.

Segundo a jornalista Elizabeth Dias, colunista do portal Time, essa hipótese vem sendo difundida por lideranças evangélicas norte-americanas através da internet.

"Com os grupos terroristas que operam fora de Damasco construindo esconderijos de armas na fronteira de Israel, em antecipação a nova guerra num futuro próximo, não pode faltar muito para que esta profecia de Isaías 17 se torne um fato histórico", diz um dos textos relatados pela jornalista.

A interpretação acima, no entanto, não é unânime entre estudiosos e teólogos, que vêem a profecia como uma passagem de alta complexidade, por ter sido levada ao povo judeu há mais de 2.500 anos, e provavelmente referia-se aos inimigos de Jerusalém, que à época sofria com uma invasão assíria, que envolvia além do povo sírio, nações atualmente extintas, como Moab, Babilônia e Tiro, além do Egito.

"Você não pode ler a Bíblia dessa maneira. É um antigo poema sobre um contexto antigo", afirmou Walter Brueggemann, professor emérito do Seminário Teológico de Columbia e especialista no livro de Isaías. "Se nós formos contemporizar com uma conexão tão fácil, então temos que aprender a ler o texto contra os Estados Unidos, porque os Estados Unidos desempenham agora o papel de Babilônia, e todos aqueles super-poderes antigos. Temos que andar com muito cuidado sobre como fazer essas conexões tolas", alertou.

A melhor interpretação dessa passagem, segundo Bruggemann,seria entender que todas as nações serão julgadas perante o Deus da justiça: "Nenhum país tem superioridade moral. Essa é uma mordida contra toda excepcionalidade, incluindo o 'excepcionalismo' americano", criticou.

Fonte:  Gospel+