quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Parábola da Moeda perdida - Você já fez a sua faxina?

  "Sou moeda em tuas mãos. Sou uma moedinha de ouro sob o calor de teu olhar. Tua atenção sobre mim é carinhosa e delicada. Olhas-me e se regozija por me ver entre tuas palmas. Não deixes que me perca entre moedas falsas"

Este texto, escrito por um autor desconhecido, traz-nos a idéia da parábola da moeda perdida, o que me fez refletir nesta manhã.

 "Ou, qual é a mulher que, possuindo dez dracmas e, perdendo uma delas, não acende uma candeia, varre a casa e procura atentamente, até encontrá-la? E quando a encontra, reúne suas amigas e vizinhas e diz: 'Alegrem-se comigo, pois encontrei minha moeda perdida'. Eu digo que, da mesma forma, há alegria na presença dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende". (Lucas 15:8-10).

Mas para que possamos entender melhor esta parábola precisamos ler outras duas: a da Ovelha perdida (Lucas 15:3-7) e a do filho pródigo (Lucas 15:11-32), uma vez que a parábola da moeda perdida está no meio destas duas e no contexto do mesmo capítulo. 
Na primeira, a da Ovelha perdida, Jesus mostra que Deus se preocupa com qualquer ovelha que se perde do seu rebanho, e que ele vai à procura até encontrá-la. Na última parábola, do filho pródigo, o pai fica ansioso e feliz até a volta do seu filho mais novo que pediu os bens a que tinha direito, gastou tudo e volta arrependido querendo apenas ser como um empregado do pai.
Na parábola da moeda que se perde, podemos notar que Jesus compara Deus à figura da mulher que se preocupa em encontrar a moeda perdida, não importando o seu valor. Mesmo tendo outras moedas ela se empenha em procurar justamente aquela que se perdeu. Para melhor entender o Dracma era a menor das moedas.
Notamos que esta mulher iluminou a casa, varreu e procurou a moeda pacientemente. Esta mulher fez uma verdadeira faxina em sua casa a procura do que se perdeu, sem deixar um só canto sem ser revistado. E quando encontra pede as amigas para que se alegrem com ela.
Jesus afirma que: "da mesma forma, há alegria na presença dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende".
Nestes textos percebemos a busca de Deus pelos que dele se afastam. Na da Ovelha perdida a alegria de Deus é por encontrar uma ovelha que se perdeu, na da moeda perdida a alegria é pela menor das moedas que é encontrada (pelo ser humano considerado como menor, ou seja, o pecador) e na do filho pródigo a alegria e a festa por um filho (alguém que é da sua família), que se arrepende e retorna.
A volta para Deus precisa ser muito bem comemorada. Quando alguém peca se afasta de Deus, é como se escondesse de Deus, por isso essa afirmação de Jesus. Deus não desiste dos que dele se afastam.
Assim com a mulher que fez uma faxina em sua casa para encontrar a moeda perdida, proponho a vocês para que façamos uma faxina em nós mesmos. Que acendamos o candeeiro para nos iluminarmos pela Palavra de Deus que é a Luz. Para que possamos limpar o que está sujo e encontrar o a "moeda" que perdemos. Que Deus nos ajude a nos tornarmos puros e deixar que quando for necessário também possamos ir à procura daqueles que estão afastados Dele.
Pense se estás perdido ou nas mãos de Deus.  Senhor deixa-nos ser moeda em tuas mãos. Ser a moedinha de ouro sob o calor de teu olhar. Que possas alegrar-te por me ver entre tuas palmas. Não deixes que me perca entre moedas falsas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário