terça-feira, 9 de outubro de 2012

Pense sobre isso...

O pastor de uma igreja decidiu observar as pessoas que entravam para orar.
A porta se abriu e um homem de camisa esfarrapada adentrou pelo corredor central.


 O homem se ajoelhou, inclinou a cabeça, levantou-se e foi embora. Nos dias seguintes, sempre ao meio-dia, a mesma cena se repetia.  Cada vez que se ajoelhava por alguns instantes, deixava de lado uma marmita. 

 

A curiosidade do pastor crescia e também o receio de que fosse um assaltante, então decidiu aproximar-se e perguntar o que fazia ali.
O velho homem disse que trabalhava numa fábrica, num outro bairro da cidade e que se chamava Jim.

 

Disse que o almoço havia sido há meia hora atrás e que reservava o tempo restante para orar, que ficava apenas alguns momentos  porque a fábrica era longe dali.

 

E disse a oração que fazia:

'Vim aqui novamente, Senhor, só pra lhe dizer quão feliz eu tenho sido desde que nos tornamos amigos e que o Senhor me livrou dos meus pecados. Não sei bem como devo orar, mas eu penso em você todos os dias.
Assim, Jesus, hoje estou aqui, só observando.'

 
O pastor, um tanto aturdido, disse que ele seria sempre bem-vindo e que viesse à igreja sempre que desejasse.

'É hora de ir' - disse Jim sorrindo.

Agradeceu e dirigiu-se apressadamente para a porta.

 

O pastor ajoelhou-se diante do altar, de um modo como nunca havia feito antes.  
Teve então, um novo relacionamento com Jesus.


Enquanto lágrimas escorriam por seu rosto, ele repetiu a oração do velho homem...

 

'Vim aqui novamente, Senhor, só pra lhe dizer quão feliz eu tenho sido desde que nos tornamos amigos e que o Senhor de fato me livrou dos meus pecados. Não sei bem como devo orar nessa hora, mas penso em você todos os dias.

Assim, Senhor Jesus, hoje estou aqui...'

 

Certo dia, o pastor notou que Jim não havia aparecido.

 

Percebendo que sua ausência se estendeu pelos dias seguintes, começou a ficar preocupado. Foi à fábrica perguntar por ele e descobriu que estava enfermo.

Durante a semana em que Jim esteve no hospital, a rotina da enfermaria mudou. Sua alegria era contagiante.

 

A chefe das enfermeiras, contudo, não pôde entender porque um homem tão simpático como Jim não recebia flores, telefonemas, cartões de amigos, parentes... Nada!

 

Ao encontrá-lo, o pastor colocou-se ao lado de sua cama. Foi quando Jim ouviu o comentário da enfermeira:

 

- Nenhum amigo veio pra mostrar que se importa com ele. Ele não deve ter ninguém com quem contar!!

 

Parecendo surpreso, o velho virou-se para o pastor e disse com um largo sorriso:

- A enfermeira está enganada, ela não sabe, mas desde que estou aqui, sempre ao meio-dia ELE VEM! Um querido amigo meu, que se senta bem junto a mim, Ele segura minha mão, inclina-se em minha direção e diz:

 

'Eu vim só pra lhe dizer quão feliz eu sou desde que nos tornamos amigos. Gosto de ouvir sua oração e penso em você todos os dias.
Agora sou eu quem o está observando... e cuidando! '  

 

 

A falta de tempo para deus é exatamente o que tem causado uma porção de problemas no mundo em que vivemos.

Nos resumimos em encontrar deus somente nas igrejas  aos domingos de manhã, talvez nos domingos à noite...

Nos ocupamos com nossas obrigações durante a semana toda. Lembramos Dele somente quando estamos doentes
e claro, em velórios , quando perdemos  entes queridos.

Porém, não temos tempo pra ele durante o trabalho, lazer etc...

Não importa em que lugar do mundo, simplesmente, achamos que podemos nos virar sozinhos.

Que deus nos perdoe por esses pensamentos!

Não existe tempo ou lugar em que ele não possa estar conosco.

Deveríamos sempre parar e pensar em tudo que ele fez e tem feito por nós.



--
Leonardo Raphael Thomaz
Bacharel em Direito

Não devemos ter medo de inventar seja o que for. Tudo o que existe em nós existe também na natureza, pois fazemos parte dela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário